quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Banned In America II (1998)


Essa é a segunda parte da coleção Banned in America, lançado em 1998. Até o momento, são cinco documentários que mostram cenas brutais de morte e violência. Qualquer semelhança com Faces of Death e "Arquivos da Morte", não é mera coincidência. Pois cada uma destas franquias de documentários, representam uma parte do universo mórbido e brutal do gênero shockumentary.

O que são filmes shockumentary? Em poucas palavras, são documentários que mostram cenas explícitas de morte, violência ou qualquer outro tema considerado tabu ou extremo demais para os olhos mais sensíveis. E apesar do formato jornalístico, esses documentários nem sempre são educacionais. O principal objetivo da maiorias deles, é chocar o seu público mostrando o lado selvagem do mundo onde vivemos. Por isso, a maioria dos críticos consideram o shockumentary como um gênero sensacionalista. Vísceras, exposições de cadáveres, cabeças esmagadas, culturas bizarras, tortura, cirurgias, imagens de morte, assassinatos, vítimas de acidentes fatais e muito sangue. Você pode encontrar isso tudo isso e mais um pouco em um documentário de choque. Se a morte explícita impressiona você, não veja este filme e nenhum outro do gênero!


Banned in America 2 já começa tenso e muito gore. Em algum lugar da Ásia, um homem fica preso no teto de um elevador e é esmagado como um tomate, literalmente. O braço da vítima é mostrado diante da câmera, assim como um close de sua cabeça e uma expressão de morte em seu rosto difícil de encarar. Na sequência, vemos alguns videos que foram mostrados antes na coleção japonesa DEATH FILES (lançado aqui no Brasil como o nome "Arquivos da Morte"). Se isso é plágio, eu não sei. Prefiro pensar que um se inspirou no trabalho do outro, já que é muito comum vermos o mesmo vídeo em várias produções diferentes. É como ver uma manchete sendo transmitida ao vivo em vários canais ao mesmo tempo. Ninguém está copiando ninguém. No entanto, essa não é a primeira vez que BANNED IN AMERICA, utiliza vídeos importados de outros documentários lançados antes dele ou na mesma década.

Apesar de ser apenas 47 minutos de duração, o documentário consegue ser chocante na medida certa. No continente asiático, vemos algumas cenas de acidentes automobilísticos que impressionam. Cabeças esmagadas e corpos dilacelarados, sem nenhuma tarja preta ou borrões pixelados para reduzir o impacto da cena de morte. E claro, tudo aqui é real e foi documentado pelas câmeras de jornalistas e/ou cinegrafistas amadores. Em uma visita a sala de necrotério, vemos uma exposição de corpos decapitados ao lado de suas cabeças. Mas nada é mais impressionante como um homem cortado ao meio e ainda com vida, mas esse acaba morrendo antes mesmo de receber os primeiros socorros médicos.


Diferente do original BANNED IN AMERICA, essa sequência contém umas imagens no mínimo... sem graça! Como por exemplo, algumas cenas de acidentes aéreos que apesar de ser algo triste de se ver, não é tão chocante assim. Existe também um vídeo de um cara tentando quebrar uma garrafa de vidro em sua cabeça que só mesmo um fã de JACKASS poderia achar engraçado. Também temos uma demonstração de como um piercing masculino e feminino é colocado nas partes íntimas, bem como um homem comendo escorpiões vivos, tourada, briga de Pit bulls e outras coisas que eu prefiro que você veja com seus próprios olhos.

Assim como acontece na maioria das sequências de filmes, essa segunda parte é inferior ao primeiro. Em BANNED IN AMERICA I, temos uma coleção de vídeos mistos que foram selecionados a dedo. Já em BIA 2, existem muitas cenas grotescas de mortes, mas boa parte do material não consegue surpreender tanto como o seu antecessor. Parece que alguns vídeos só estão presente aqui para servirem como "tapa buracos" e isso acabou reduzindo a qualidade do material. Para a nossa alegria, ainda existem três volumes que foram lançados depois deste e claro, o FILMES PERTURBADORES vai falar de cada um deles no futuro !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qualquer tipo de comentário é bem-vindo, desde que tenha alguma relação com o texto. Por favor, informe links quebrados!

This site does not store any files on its server. We only index and link to content provided by other sites.