quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Kill List (2011)


Olá, seja todos muito bem-vindos ao filmes Perturbadores! antes de mais nada, eu gostaria de informar que a minha ausência aqui não foi causada por falta de conteúdo ou de tempo. na verdade, o meu notebook morreu (literalmente) levando consigo toda a minha coleção de filmes que eu pretendia escrever aqui futuramente. a solução só veio meses depois quando eu decidi montar uma HD Externo com o disco rígido do meu notebook defeituoso, agora posso assistir SWAP.avi sem problemas, Oba ! 

A dica de filmes de hoje é mais um daqueles títulos rotulados como Perturbador, tinha que ser né? afinal, é este o conteúdo do Blog. para quem navega bastante pela internet garimpando bons filmes e terror, com certeza já deve ter ouvido falar de Kill List, mas afinal : este filme é perturbador mesmo? vale a pena? é o que você vai descobrir agora com quem mais entendi do assunto, modéstia a parte. 
Em Kill List (ou "lista para matar" na versão dublada), Jay é um ex-soldado que está passando por uma crise financeira ao lado de sua esposa Shel. apesar das discussões diárias e de estarem apertados por dívidas, o casal mantém uma vida "feliz" ao lado de seu filho Sam. a solução vem quando Gal, amigo de Jay, surge oferecendo uma oferta de trabalho onde eles terão que cometer três assassinatos conforme uma lista (dai vem o nome do filme). então, o que temos aqui? dois assassinos de aluguel que foram contratados por um cliente rico para matar pessoas inocentes? É... quase isso! 

Jay (Neil Maskell) é um homem um pouco perturbado, não por causa de sua crise financeira, mas sim devido a uma operação mau sucedida na KIEV quando ele ainda era soldado. sabendo disso, já é de se esperar que o nosso anti-herói perca o controle a qualquer momento ao longo do filme, certo? a boa notícia é que dois nomes desta lista são pessoas ruins que de fato merecem morrer, já a terceira vitima nem tanto... 

A primeira vítima da lista (se é que podemos chama-lo de "vítima"), trata-se de um padre, ele é morto com um simples tiro na cabeça. Não se sabe ao certo o que ele fez para está na lista, tudo o que vemos é um sorriso seguido da palavra "Obrigado", ele não faz questão nenhuma em sobreviver, muito pelo contrario. o segundo nome da lista é um bibliotecário que faz uso disso como faixada. na verdade, ele está envolvido em produções caseiras de filmes pornográficos com pedófila e muita insanidade. quem sentiria falta de um sujeito assim? para se ter uma ideia, o material de seus filmes é tão sujo que este detalhe fica em off quando Jay e Gal estão checando um filme no DVD Player, nada é mostrado para o espectador a não ser a reação de ambos. 
O filme pula para a cena seguinte, onde os dois assassinos de aluguel estão dominando o falso bibliotecário dentro de sua própria residência. Jay faz uso de um martelo para tortura-lo e acaba perdendo um pouco o controle se mostrando tão sádico quanto a sua vítima. antes de morrer o pervertido entrega a pessoa que faz as filmagens e se mostrar honrado em ser assassinado por Jay deixando um clima de suspense no ar. como já é de se esperar, o responsável pelos filmes de pedofilia também é morto, porém, ele sofre bem mais do que o bibliotecário nas mão de Jay. Após essa atividade extracurricular, os dois Hitman vão até a terceira e última vítima e acabam se metendo em uma seita satânica, onde descobrimos que não só as vítimas mas também todas as outras personagens estavam envolvidos desde o começo.

Você deve está se perguntando como termina KILL LIST, então... eu me sinto incapaz de estragar o desfecho final de um bom filme, pois acredito fielmente que as pessoas buscam resenhas para saber se vale a pena assistir-lo, no caso de "Lista para matar" vale e muito! não chega a ser essa coisa doente e perturbadora que muitos dizem ser, mas de fato é um filme desconfortante, um bom terror psicológico com boas atuações, muita violência, bullying contra evangélicos que tocam violão e um final surpreendente embora não agrade a todos. acho que o seu único ponto negativo talvez seja o fato das coisas acontecerem lentas demais,  o filme é tão devagar de tal forma que você pode acabar desistindo dele no meio do caminho. 

quarta-feira, 27 de maio de 2015

A Perfect Child of Satan (2012)


Doentio, Perturbador, bizarro e satânico são as palavras que melhor definem o trabalho do diretor Lucifer Valentine. na minha opinião, sua trilogia Vomit Gore é uma verdadeira experiência visual e estilística, um prato cheio para os amantes de filmes extremos e fetichistas. "A Perfect Child of Satan" é um filme que foge um pouco do padrão vômito de LV, aqui temos um curta metragem com uma forte mensagem, brutal e emocionante que aborda os perigos de se fazer amizade com estranhos pela internet.
Com apenas 21 minutos de duração, "A Perfect Child of Satan" conta a historia de Laura (Chelsea Chainsaw), uma solitária prostituta e dominatrix que morar sozinha. diariamente, ela faz uso de sua câmera para filmar diversas façanhas, além de falar sobre a sua vida pessoal e suas experiências. certo dia, Laura conhece um homem misterioso pela internet que a deixa completamente apaixonada. a garota ver nele o homem de seus sonhos, a pessoa perfeita para ela passar uma vida inteira ao lado. esse curta poderia ser uma bela historia para adolescentes falando sobre namoro virtual, mas não é, estamos falando de um filme do insano diretor Lucifer Valentine e aqui não existe final feliz ! ;)

Ela vai até o apartamento do seu grande amor afim de conhece-lo pessoalmente, eu particularmente fiquei comovido com a emoção dela ao encontrar-si com ele, mas infelizmente para ela, as coisas não saem como o planejado...


O predador virtual (interpretado pelo próprio diretor Lucifer Valentine) agride ela sem qualquer misericórdia. as agressões são tanto físicas como psicológicas, já que a garota tanto o amava. a câmera não filmar de jeito nenhum o rosto do agressor. enquanto Laura esta sendo espancada até a morte, é mostrado as conversas de ambos no chat on-line, que na maioria das vezes são as declarações de amor que ela fez para ela. no final do filme, Laura é violentada sexualmente e morta pelas mãos do seu namorado virtual.
Assim como todos os filmes do LV, "a perfect child of satan" é um filme que não tem legendas, embora não precisemos delas para entender o que si passa na tela (tive que assisti-lo mais de uma vez para entender alguma coisa). este filme me lembrou bastante "Megan is Missing", não só pela sua temática polêmica, mas também pela forma com ele é filmado, bem no estilo Found Footage. "a perfect child of satan" é muito mais do que um filme brutal sobre a relação dos jovem com a internet, ele realmente nos assusta por tratar de um assunto que acontece na vida real. entre predadores virtuais e pedófilos on-line, a internet nem sempre é um lugar seguro para quem se expõe demais dentro dela. como fã da Vomit Gore Trilogy, eu amei tudo neste pequeno curta, só acho uma pena o rosto de Lucifer Valentine não ter sido mostrado, algo que todo os fãs gostaria de ver. sem duvidas um dos curta metragens mais fortes e "educacional" que eu já vi, Recomendo !

terça-feira, 26 de maio de 2015

Mamilos em Chamas (Flaming Nipples) - 2008


Sinopse: Entre de cabeça na rotina flamejante de Mamilos em Chamas: uma vida de luxuria em conflito com a descoberta do amor eterno. Erótico! Dramático! Místico! Assustador! Relaxante! Romântico! Frenético! Belo! Sodomia! Pés excitantes! Estupro! Sadomasoquismo! Closes de genitália! Orgias! Rodinhas de punheta! Gozo facial! Drogas! Violência! Perseguições de carro! Coelhos voadores! Gafanhotos gigantes!

E tudo mais que é necessário em um filme que fará seu corpo e toda sua família explodir em prazer com as mais excitantes cenas de sexo e ação já gravadas no cinema brasileiro. Um turbilhão de emoções e erotismo selvagem nunca antes filmado.
Já faz um bom tempo que não escrevo sobre nenhum filme aqui... Sim, muito tempo mesmo! após quase dois meses sumido, estou aqui de volta apresentando para você, caro leitor, mais um daqueles filmes Bizarros que não encontraremos nunca em nenhuma vídeo locadora. na verdade, certos títulos são quase impossíveis de se obter uma cópia on-line para assistir gratuitamente, como é o caso de "Mamilos em Chamas" do diretor Gurcius Gewdner.

Mamilos em Chamas (também conhecido como "Flaming Nipples") é um Sexploitation lançado em 2008 pela Bulhorgia Filmes, bastante conhecida por fazer filmes em parceria com a Canibal Filmes de Petter Baiestorf. o filme é estrelado por dois coelhos mortos que são utilizados como marionetes, além de diversos ursinhos de pelúcias que só sabem transar e falarem palavrões o tempo todo. é considerado por muitos como o filme mais politico da carreira de Gurcius e o seu DVD-r pode ser adquirido no site da Bulhorgia.
O Filme começa com uma introdução onde são exibidos alguns desenhos feitos pelo próprio diretor, além da narração do mesmo falando sobre o amor. na cena seguinte, somos apresentado ao nosso personagem principal : um coelho sem nome, que trabalha como entregador de pizza, mas que sua verdadeira vocação é o sexo

Não demoramos muito para ver o nosso Herói em ação. logo no inicio do filme quando ele vai fazer a entrega de uma pizza, é mostrado a primeira cena de sexo de "Flaming Nipples" com direito a closes no pênis do coelho (algo que aparece com bastante frequência durante todo o longa). antes que o momento de prazer do coelho termine, um macaco de pelúcia muito escroto o convida para uma festa em sua casa, lá os dois consomem drogas e transam com outros animais. devo admitir que me diverti muito vendo a tudo isso, porém, achei muito doentio a utilização de um cadáver de coelho no filme e acho que muitas pessoas concordaram comigo...
A vida do nosso entregador de pizza movido pelo prazer toma um novo rumo, quando ele conhece uma girafa sadomasoquista que abusa dele introduzindo um pepino na sua bunda. o coelho consegue escapa arrebentando a algema, ele dar uma voadora na girafa e foge desesperado pela rua a procura de ajuda. quando uma coelha ninfomaníaca decide ajuda-lo, os dois seres da mesma especie transam, então o coelho encontra em uma unica mulher a importância do amor e passa a viver um relacionamento amoroso com ela. o desfecho final da historia é muito bom e eu sou incapaz de revela-lo com um spoiler, mas posso garantir que "Mamilos em Chamas" é diversão garantida principalmente para os fãs de filmes underground e bizarros.
Eu gosto do poster deste filme, ele me lembra bastante as capas dos filmes do diretor Lucifer Valentine, onde os desenhos transmitem muita inocência, algo que o filme em si não tem! a ideia de usar ursos de pelúcias fazendo coisas bizarras foi genial, eu adoraria muito ver mais filmes assim. a trilha sonora é sensacional, só acho uma pena que as musicas não aparecem nos créditos finais. segundo o próprio diretor, este filme foi feito como forma de protesto contra os animais que são mortos para estudos de medicina e veterinária. em resumo, "Mamilos em Chamas" é um filme para ser amado ou odiado, desaconselhável para quem odeia ver animais sendo mau tratados. no minimo um dos romances mais bizarros feito aqui no brasil .

sexta-feira, 3 de abril de 2015

August Underground (2001)


Olá, seja bem-vindo ao Filmes Perturbadores! muitos aqui já devem conhecer a famosa trilogia de filmes snuff do diretor Fred Vogel, seus filmes são muitos famosos por compor a lista dos "filmes mais perturbadores de todos os tempos". o primeiro filme desta trilogia se chama August Underground, devido ao fato de ter sido gravado no mês de agosto e tratar-se de um filme undeground. a ideia inicial de Fred era fazer um filme sobre zombies, mas como não tinha dinheiro o suficiente acabou fazendo uso de sua criatividade para criar um dos mais realistas "Snuff Movies" já feitos.
August Underground foi produzido em 2001 pela extinta produtora Absu Films, porém, o filme só foi lançado no ano seguinte quando o próprio diretor fez 200 cópias de fitas VHS de AU. com o sucesso do primeiro filme, a sequência August Underground's Mordum (2003) foi lançada sendo então considerado um dos filmes mais perturbadores de todos os tempos em diversos WebSites.

O Filme começa com um homem, cujo nome não é revelado, filmando uma garrafa de bebida sendo derramada. um segundo homem se aproxima do cameraman convidando ele para ver uma "coisa" em seu porão, seu nome é Peter Mountain (interpretado pelo próprio Fred Vogel). os dois descem até o porão da casa de Petter, onde encontramos um porão sujo cheio de páginas de revistas eróticas coladas na parede, além de sangue humano e fezes no chão. não é com o cenário dessagrável que devemos nos preocupar, mas sim com a garota cativa que estar amarrada em uma cadeira com um de seus mamilos cortado, faminta e suja com suas próprias fezes. confesso que fiquei surpreso com o que vi, eu não tava esperando ver a cena do "snuff" assim tão cedo, pelo menos não no primeiro minuto de filme...
Quando o cameraman ver a mulher amordaçada na cadeira, ele fica bastante surpreso, porém, não consegue conter os risos. na verdade, ele é tão perturbado quanto o próprio Peter Mountain. a mulher do porão se chama Laura, ela e o seu namorado foram capturados por Petter para serem torturados à vontade. o namorado de Laura está morto, o seu corpo foi castrado e deixado em uma banheira para apodrecer.

Uma coisa que precisamos entender sobre este filme, é que tudo nele foi feito para dar a impressão de que tudo aquilo é real, isso explica porquê a fita VHS contém gravações de eventos que não tem nenhuma relação com as cenas snuff. acompanhamos de perto os passeios de Petter e o seu cameraman em lugares como: uma loja de conveniência onde eles agridem os funcionários, um cemitério, um estúdio de tatuagem onde ambos capturam o tatuador e o seu irmão gêmeo, uma visita ao matadouro e até mesmo um concerto de rock independente. entre esse meio tempo, os dois retornam até o porão de Petter para dar continuidade ao seu "Snuff Movie".
A atuação de Fred Vogel é perfeita, o diretor soube interpretar tão bem o seu personagem que as pessoas acreditam que ele é igual ao Peter na vida real. os efeitos especiais do filme são bons, levando em conta que o orçamento do filme é estimado em apenas 2 mil dólares. a atuação da personagem Laura (AnnMarie Reveruzzi) realmente consegue transmitir toda angustia de uma vitima que esta sendo mantida em cativeiro. muitos podem discordar da minha opinião, mas eu acredito que este filme poderia ter um pouco mais de sangue, cenas de tortura explicita e poucas cenas de passeios mundanos. mesmo que o primeiro filme da trilogia AU não tenha atendido todas as minhas exigências como fã de cinema extremo, eu gostei muito do que vi, mas eu realmente prefiro algo como Snuff 102 ou The Green Elephant.
Após essa resenha você deve está se perguntando: vale a pena adquirir uma cópia de August Underground? com toda certeza que sim! esse filme é rico em realismo e em violência gratuita, uma das trilogia mais perturbadoras que existem. recomendo não só esse, mas todos os outros lançamentos fodidos da Toetag Pictures!

terça-feira, 24 de março de 2015

Hungry Bitches (2007)


Muitos aqui já devem ter ouvido falar de 2 Girls 1 Cup, um vídeo de 60 segundos onde é mostrado duas garotas se deliciando com um copo cheio de fezes, mas acredito que poucas pessoas tiveram o "prazer" de assisti-lo. uma coisa que muita gente não sabe, é que este vídeo viral na verdade é somente um trailer de um filme de uma hora produzido aqui no Brasil !

Hungry Bitches foi produzido pela MFX Media e protagonizado pelas atrizes Latifa e Karla, que também participaram do filme "SWAP.avi" (que na verdade se chama Scat Swapping School Swallow). eu não vejo necessidade de pessoa nenhuma correr atrás de uma cópia deste filme, a menos que você queira si sentir mau com este material. o filme não contém enredo e não é nada excitante, faz filmes como "Pink Flamingos" parecer um divertido passeio no circo com direito a sorvete de chocolate grátis.


Normalmente eu faço resenha recomendando os filmes, mas não é caso deste. caso a sua curiosidade o leve a querer ver este pedaço de merda, coloque no google "2 Girls 1 Cup" para buscar o vídeo de choque, mas cuidado : veja por sua conta e risco !

A introdução de "Hungry Bitches" (algo que podemos traduzir como "vadias famintas") é a mesma do "SWAP.avi". uma cena em CG pobre, onde um pássaro estar voando enquanto o titulo surge na tela. depois desta introdução, são apresentadas as duas estrelas do filme por meio de fotos sensuais.

Bom... o filme é tão repetitivo que poderia ser contado em uma única frase, mas vamos do jeito mais detalhado que é melhor! "Hungry Bitches" começa com Latifa e Karla se beijando em uma cozinha. após uma longa cena de trocas de beijos, caricias e sexo oral, uma das atrizes vai até a geladeira para procurar algo para comer e acaba se deparando com a geladeira vazia. as duas garotas estão famintas e não há nada para comer. e agora?

A solução vem quando Latifa decide defecar dentro de um copo para as duas comerem. as duas atrizes devoram o excremento com vontade, após isso uma vomita dentro da boca da outra e vice-versa. a cena se repete por inúmeras vezes... Karla vomita as fezes que comeu na boca da Latifa e ela faz o mesmo com a sua amiga. quando finalmente o copo esta vazio, é a vez da outra atriz defecar em um prato para alimentar as duas e a orgia de vômitos continua. nos minutos finais, as duas garotas juntam as fezes no prato e derramam em seus rostos para comer tudo de uma vez.


Depois de ver alguns filmes de Scat Porn, eu não consigo entender como uma pessoa pode ser capaz de sentir prazer vendo mulheres comendo merda. "Hungry Bitches" é dirigido por Marco Antonio Fiorito (nascido em 01 de julho de 1971, em São Paulo), que se descreve como um "fetichista compulsivo". Não se sabe exatamente como as cenas gráficas no filme foram produzidas. Muitas pessoas creem que as fezes aparentes é uma mistura de substâncias alimentares, tais como chocolate, creme de café e manteiga de amendoim. essa mistura é introduzida dentro da bunda da atriz, para sair durante a cena de coprofilia dando a impressão de que a defecação é real. isso são apenas teorias de pessoas que não querem acreditar no que estão vendo, se isto fosse verdade, Marco Villanova (pseudônimo do diretor) não usaria sempre as mesma atrizes, em especial a Latifa, para fazer os seus filmes de Extreme Fetish.

Um ano após o lançamento de "Hungry Bitches", foi lançado um outro filme da MFX Media (MFX Video) chamado Scat Swapping School Swallow, que eu considero muito pior do que este. 

segunda-feira, 23 de março de 2015

Beautiful Girl Hunter (1979)

AKA: Dabide no hoshi: Bishôjo-gari (1979)

Talvez o Japão seja de longe o País onde são produzidos os filmes mais bizarros de todo o mundo. a serie "Guinea Pig", "Squirmfest" e "Visitor Q" são apenas alguns dos exemplos que comprovam esta teoria. eu não consigo imaginar como seria o universo dos filmes de terror sem os filmes asiatísticos, com certeza não teria muita graça. veja a versão original do filme JU-ON e depois assista a versão americana, não é tão difícil perceber que o trabalho de Takashi Shimizu é bem mais assustador.
"Beautiful Girl Hunter" é um daqueles filmes japoneses que não poderia ficar de fora deste site. baseado no mangá adulto de Masaaki Satô, o filme conta a historia de Tatsuya (imagem a cima), um homem que sequestra mulheres para torturar e abusar sexualmente delas.

Dirigido por Norifumi Suzuki, o filme começa na casa do casal Jinno, onde os dois estão sendo refém de um perverso ladrão. o homem pergunta diversas vezes pelo dinheiro, mas o marido da senhora Jinno decide não revelar aonde estar o cofre. furioso com a situação, o homem decide estuprar a mulher bem na frente do seu marido que esta deitado no chão amarrado. a cena é forte, faz qualquer pai de família o que se poderia fazer nesta situação.
Após o estupro, o filme cortar para a cena seguinte onde o senhor Jinno esta agredindo a sua esposa, porquê na opinião dele ela é culpada por ter sido estuprada. durante a agressão, ela revela que esta gravida, porém, ele sabe que o filho que ela estar esperando pertence ao estuprador e agride ela com mais violência. após alguns anos a criança nasce, nesse meio tempo a mulher continua sendo agredida e amarrada como uma escrava sexual. a humilhação chega a tanto que, ele passa a transar com outras mulheres na frente de sua esposa da mesma forma como o estuprador fez com ele no passado.

Eu acredito que já deu para perceber o quanto esse filme esta cheio de abusos sexuais, certo? isso é verdade, mas esta é somente a introdução de "Beautiful Girl Hunter" (também conhecido como Star of David: Beauty Hunting).
Não suportando mais ser torturada dia após dia, a mãe de Tatsuya Jinno decide se matar, já o padastro dele é morto em um acidente de barco. esses dois eventos acontecem quando o garoto já si torna homem. com a morte dos dois, Tatsuya decide ir morar sozinho na mesma casa, lá ele encontra o Diário de seu padastro e descobre que ele na verdade é filho de um estuprador. quando Tatsuya descobre toda a verdade, ele decide seguir os mesmo passos de seu verdadeiro pai, tornando-se um estuprador insano que tortura e mata mulheres.
Este filme contém estupro, necrofilia, mulheres sendo agredidas ou humilhadas, tortura e até masturbação feminina. particularmente eu gostei muito deste filme, mas senti falta do sangue, "Beautiful Girl Hunter" bem que poderia ser cheio de sangue e muito sexo, mas aqui só temos a segunda coisa. o personagem Tatsuya é um homem sádico que gosta de tortura e estuprar mulheres, especialmente as virgens. existe uma de suas vitimas que merece ser citada, ela sofre abusos sexuais nas mãos de Tatsuya, mas logo si apaixona por ele e mais tarde descobrimos que ela sofria abusos sexuais do próprio pai. uma das cenas mais impressionantes do filme, é a parte em que uma japonesa esta com o corpo banhado com manteiga e um cachorro esta lambendo todo o corpo dela, inclusive sua parte intima (embora a cena não seja explicita). eu amo esse tipo de filme ! ;)

sábado, 21 de março de 2015

Thanatomorphose (2012)


A palavra tanatomorfose (tânato+morfose) é o conjunto das modificações morfológicas que a morte determina nos elementos celulares, nos tecidos e nos órgãos. em outras palavras, é quando um ser vivo entra em estado de putrefação, este é o tema central do filme.

Fazer uma resenha para "Thanatomorphose" não é fácil, pelo menos não sem spoiler. portanto, essa resenha foi feita para quem já assisti-o ao filme ou não si importa em saber o final óbvio do mesmo. esta preparado? ;)
Escrito e dirigido por  Éric Falardeau, o filme conta a historia de uma jovem chamada Laura (Kayden Rose), uma mulher que é incrivelmente infeliz com a vida que tem. a sua carreira como escultora não esta indo muito bem, ela não consegue mais ter ideias para realizar o seu trabalho, Laura esta a um passo da depressão. a sua unica razão de viver é o seu namorado Antoine (David Tousignant), ele surgir na casa dela apenas para transar com ela. sexo é a única coisa que faz sentido na vida de Laura, por essa razão ela não consegue deixar o seu namorado. ela tem poucos amigos, um deles si chama Julian (Émile Beaudry), um homem que meche com os desejos sexuais de Laura.

Depois de uma noite de sexo hardcore com Antoine, Laura percebe diversos hematomas em seu corpo que começam a se espalhar. a principio ela não si importa muito, porquê é de costume ela ser agredida durante o ato sexual, mas com o passar do tempo as machas roxas começam a tomar conta de todo o seu corpo. o Filme vai caminhando em ritmo lento, é preciso ter um pouco de paciência para  assisti-lo completamente.
Laura começa a ter sonhos bizarros durante a noite. primeiro ela sonha com um animal morto em um completo estado de putrefação, algo que de fato esta acontecendo com ela. no segundo sonho, ela estar em uma especie de laboratório subterrâneo, onde a mão dela é cortada e jogada para o seu namoro e Julian comer, vale citar que os dois estão pelados e brigando pelo pedaço dela, isso simboliza o desejo carnal de ambos por Laura. mais tarde, os dedos dela começam a cair um de cada vez. no terceiro e ultimo sonho, ela si ver fechando o caixão com ela mesma dentro, esse sonho simboliza a sua futura morte.

Os efeitos especiais de "Thanatomorphose" fica a cargo de David Scherer e Rémy Couture, o que nos leva a ver um trabalho surpreendente quando o assunto é a maquiagem. durante todo o filme acompanhamos o drama da mulher que esta apodrecendo de dentro para fora, mas sera que isso realmente é um problema para Laura? apesar de esta morrendo aos pouco, a solitária mulher não consegue pensar em outra coisa a não ser em sexo. vale citar a cena em que ela masturba-se mesmo não conseguindo sentir muita coisa ou o momento em que o amigo Julian entra na sua casa e encontra ela apodrecendo sobre a cama, ele insiste pra leva-la até o hospital, mas as únicas palavras que ela consegue dizer é "Me foda, Agora!". na mesma cena, ela diz a sua frase mais triste de todo o filme : "Ninguém me ama de verdade, sou apenas uma puta barata."
Mesmo estando apodrecendo e à beira da morte, ela ainda insiste com suas manias de limpezas. os pedaços de pele, dedos, cabelos e unhas são preservados em potes de vidros, por algum motivo Laura também retira fotos de seu corpo para acompanhar a evolução de sua tanatomorfose. em nenhum momento ela decide ir para o hospital ou procurar ajuda, muito pelo contrário, ela prefere si esconder do mundo lá fora e dos espelhos de sua casa. o final do filme é o mais óbvio possível, o estado de putrefação dela si torna tão critico que ela morre restando apenas o seu esqueleto com carne podre escorrendo. 
"Thanatomorphose" é um daqueles filmes que ou você ama ou você odeia. eu não gosto muito de filmes que o personagem principal morre no final, mas este filme não é assim tão ruim. o filme si parece com o clássico trash "o incrível homem que derreteu" e compartilha da mesma ideia do filme "Contracted". fãs de Cronenberg e Clive Barker vão adorar este filme.

quinta-feira, 19 de março de 2015

Visions of Ecstasy (1989)


Visions of Ecstasy é um polêmico curta metragem britânico do subgênero Nunsploitation.

Dirigido por Nigel Wingrove, o filme si tornou o único trabalho a ter a certificação recusada no Conselho Britânico de Classificação de Filmes (BBFC), devido a blasfêmia do mesmo. como corta algumas cenas iria remover praticamente todo o conteúdo do filme, o conselho decidiu proibir o filme completamente. a distribuidora Axel Films decidiu recorrer para o Tribunal Europeu de Direitos Humanos, mas a decisão da BBFC para rejeitar a certificação foi confirmada.
Em 2008, foram revogadas as leis de blasfêmia no Reino Unido. Em janeiro de 2012 a BBFC deu ao filme um certificado de 18 sem cortes ou alterações de conteúdo do filme original.

Proibido por mais de 20 anos, o filme mostra a Santa Teresa de Ávila vivendo algum tipo de fantasia, no qual ela esta acariciando o corpo de cristo na cruz em êxtase, aparentemente mantendo relações sexuais não explicita com ele. é também mostrado uma outra cena, onde a Santa esta amarrada sendo tocada e beijada por uma mulher de roupa preta que surge da escuridão.
"Visions of Ecstasy" pode ofender facilmente qualquer católicos ou religiosos, mas acho que não funciona muito bem para os não-fanáticos religiosos. o filme é como uma versão sensualizada do "Subconscious Cruelty" na cena Martyrdom, onde a violência gráfica é substituída por caricias sexuais. blasfêmia é a palavra certa para definir este filme, mas não passa disso. as cenas não chega a ser tão impressionante o quanto deveria, existe um certo erotismo, mas não é nada comparado a filmes Sexploitation ou "Pinku". como trata-se de um curta metragem de apenas 18 minutos, eu considero este filme uma experiência boa principalmente par quem não conhece nenhum filme Nunsploitation, "Visions of Ecstasy" é um bom exemplo do gênero.

terça-feira, 17 de março de 2015

The Green Elephant (1999)


The Green Elephant (Зеленый Слоник, também conhecido como "Zelyonyy slonik") é um filme de terror do sub-gênero Gore dirigido por Svetlana Baskova. devido a sua linguagem e violência gráfica, o filme teve exibição limitada nos cinemas da Rússia.

O Filme começa com dois militares detidos em uma prisão subterrânea, provavelmente um porão velho. o lugar é completamente sujo e escuro, onde existe uma água de esgoto pingando pelo telhado o tempo inteiro. um dos prisioneiros de guerra é um senhor gordo (Sergey Pakhomov) que aparenta ter sérios problemas mentais, ele não consegue parar de falar. o outro homem (Vladimir Epifantsev) é mais serio e parece não gostar muito de ouvir as bobagens que o seu companheiro de cela tem para lhe contar.
Durante uma boa parte do filme, o homem fica falando de sua vida pessoa, principalmente do seu passado. ele nos conta que fez 20 flexões na noite passada, fala de sua experiência sexual com um homem e varias outros assuntos chatos que ninguém naquela situação adoraria ouvir. o outro homem manda ele calar a boca por diversas vezes, até que ele perde a paciência e agride o senhor. devido a todo esse barulho provocado pelos dois, o oficial enfurecido chega para mandar o agressor limpar a privada do banheiro usando um garfo.

Após limpar a privada sem muito sucesso, os dois militares decidem ir dormir um pouco. o homem que nunca parar é o primeiro a acordar, ele decide fazer uma surpresa para o seu companheiro de cela ... 
"The Green Elephant" agora começa a mostrar a sua verdadeira face. o homem cagar dentro de um prato, passa um pouco de fezes em sua barriga e ainda chega a consumir grande parte dela. o insano oficial pega o prato com suas fezes e oferece para o seu amigo comer chamando o de "pão adocicado". a reação do homem não é das melhores, ele si irrita com fato de ter fezes espalhadas pelo chão e o seu companheiro de cela com um prato na cabeça chorando para que ele receba o prato. ao ouvir toda essa gritaria, o capitão vai até o porão punir cada um deles. as cenas finais contém fortes cenas de estupro e mutilação, até hoje não consigo acreditar que este filme tão perturbadora foi dirigida por uma mulher.
Sinceramente, este não é um filme para todos. si você esta procurando algo realmente perturbador, capaz de deixa-lo incomodado com situações bizarras, ambiente claustrofobia e personagens um mais louco que o outro, com certeza "The Green Elephant" é o filme certo para você. os efeitos especiais são ótimos, não consigo imaginar o tamanho do impacto que ele causou ao ser exibido pela primeira vez na Rússia. o sangue é bem realista, sendo capaz de agradar qualquer amante de filmes de terror. as atuações são sensacionais , principalmente a do ator Vladimir Epifantsev. fã de "August Underground" vão adorar esse filme, Recomendo !

segunda-feira, 16 de março de 2015

Entrei em Pânico ao Saber o que Vocês Fizeram na Sexta-feira 13 do Verão Passado Parte 2 - A Hora da Volta da Vingança dos Jogos Mortais de Halloween (2011)


Sinopse: Sete anos após o massacre do primeiro filme, os sobreviventes Eliseu (Eliseu Demari) e Niandra (Niandra Sartori) ainda temem a volta de Geison (Fábio Prina da Silva), o terrível psicopata que esquartejou seus amigos em uma noite de sexta-feira 13. Novos assassinatos começam a acontecer. Mas quem estará por trás da máscara do matador?

"Wow ... que diabos de titulo é esse?" 

Essa é a reação da maioria das pessoas ao si deparar com esse filme de Felipe M.Guerra, confesso que minha reação também não foi tão diferente assim. "Entrei em Pânico... parte 2" é a continuação direta do primeiro filme lançado em 2001, o filme fez tanto sucesso nos festivais de cinema nacional na época que o diretor foi chamado pela equipe do programa Caldeirão do Huck para gravar o curta-metragem Mistério na Colônia, que teve como protagonista principal o próprio apresentador Luciano Huck.
inicialmente, alguma pessoa pode associar o filme ao gênero comédia seguindo a mesma linhagem de "Todo Mundo em Pânico" ou "Histeria", mas não é bem assim... "Entrei em Pânico... parte 2" apesar de engraçado é um filme bastante serio e com boas doses de violência no melhor estilo underground Brasileiro.

O Filme si passa sete anos após o filme anterior onde vários adolescentes morreram em uma noite de Sexta-feira 13, todos foram assassinados por um jovem chamado Geison que era ridicularizado por seus "amigos". Eliseu, Niandra e Goti (Rodrigo aragão, irmão do diretor) foram os únicos sobreviventes do evento que ficou conhecido como o massacre da Sexta-Feira 13. após alguns anos, o assassino resolve aparecer para matar cada um deles e qualquer pessoa que cruzar o seu caminho.
As atuações do filme são boas o suficiente para agradar quem já esta familiarizado com o cinema independente brasileiro. alguns personagens são bem carismático como é o caso do Eliseu, ele é diverto, folgado, engraçado e possui as melhores frases no filme. a pior atuação desta película fica por conta do personagem Pato (Felipe da Silva), o cara praticamente não fala e nem si meche quando o assassino com a fantasia de Ghostface (Scream) esta arrancando o seu olho com um saca-rolha. pra falar a verdade, nem sentimento de dor ele é capaz de transmitir com a sua atuação pobre. uma outra coisa que também deve ser levada em consideração são as varias citações e referências que o filme faz ao gênero Slasher, alguns comentários são bem interessante. 

Os efeitos especiais são bons, algumas mortes são inspiradas em outros filmes de terror enquanto que outras são bem originais. apesar de eu ter detestado o comentário que uma das atrizes faz contra o espetacular e doentio "O Albergue" (Hostel), eu consegui me divertir bastante com este filme e recomendo bastante que as pessoas o veja.
Gravado no Rio Grande do Sul, Brasil. "Entrei em Pânico ao Saber o que Vocês Fizeram na Sexta-feira 13 do Verão Passado Parte 2: A Hora da Volta da Vingança dos Jogos Mortais de Halloween" é um filme que não tem para download na internet, mas para a alegria de muita gente o diretor postou o filme em seu canal no Youtube para qualquer pessoa assistir gratuitamente incluindo legendas em inglês.

domingo, 15 de março de 2015

El Bosque de Los Sometidos (The Flaying) - 2012


"El Bosque de Los Sometidos" é um filme de terror independente argentino lançado em 2012, produzido pela PAF Producciones em associação com a universidad del cine e ZEPfilms.

Dirigido por Nicolás Amelio-Ortiz, o filme conta a historia de Claudia, Ana, Tito e Jorge, quatro amigos que estão viajando em uma Kombi para filmar uma corrida. tudo ocorre como o planejado, até que por acidente o grupo atropela um cão na pista, então eles decidem acampar na floresta para continuar a viagem na manhã seguinte.
No dia seguinte, Jorge decide dar um passei pela floresta para tirar algumas fotos, ele convida Claudia e ela aceita. enquanto os dois caminham em território desconhecido tirando algumas fotos, eles descobrem uma especie de castelo abandonado com todas as portas seladas e decidem explorar o lugar. eles não sabem, mas o lugar é abitado por moradores violentos e sanguinários...
O Filme é ambientado nos Anos 70, todo o visual do elenco assim com os acessórios são retro. as atuações das personagens não é das melhores embora aqui funcione bem, gostei muito dos gritos de horror das atrizes. eu acredito que o problema deste filme esteja na falta de informações sobre o enredo, a mitologia das criaturas que moram no castelo e um final decente, mas "The Flaying" tem o seu potencial. a maquiagem dos homens-monstros é boa levando em consideração o baixo orçamento do longa-metragem, a locação do filme é um castelo abandonado em ruínas dentro de um bosque e isso já é algo bem aterrorizante. não posso deixar de citar o quanto gostei do movimento do "homem barbudo", ele move-se de maneira sinistra que o torna bem parecido com uma criatura extraída do universo de Silent Hill.
Eu acredito que o cinema de terror argentino tem o seu potencial, filmes como "Snuff 102", "Sudor Frio" e "36 Pasos" estão entre os filmes mais perturbadores de todos os tempo, embora o país invista quase nada nesse tipo de filmes (a mesma coisa acontece aqui no Brasil). não posso dizer que "The Flaying" é um filme bom, mas não é tão ruim assim, o problema dele é que tudo demora demais para acontecer e quando algo acontece, o filme já esta em sua cena final deixando varias perguntas no ar. o filme completo esta disponível no canal ZEPfilms com legendas em inglês, você pode assisti-lo gratuitamente e tirar suas próprias conclusões. quer um conselho? não veja o trailer antes de assistir ao filme! ;)

Squirmfest (Purge) - 1989

Sinopse: Uma mulher é mantida como refém e é obrigada a comer insetos e fezes.

Squirmfest é um filme pornográfico de extreme fetish japonês. o filme foi dirigido por Susumu Saegusa (Kaoru Adachi), mais conhecido por ter produzido os documentários "Faces of Death IV" e "Faces of Death VI", além de ser diretor em diversos outros filmes adultos e Shokumentary. a resenha deste filme contém "spoiler" e imagens que podem ofender algumas pessoas.

"Squirmfest" é um daqueles filmes japoneses que não tem legendas, embora eu acredite que não faça muita diferença aqui. o filme começa com uma mulher comendo uma mistura de macarrão com minhocas vivas, ela devora todo o seu spaghetti até não sobrar nada e depois toma um copo de leite (também cheio de minhocas). enquanto ela "saboreia" a sua refeição, podemos perceber o olhar de medo dela e constatar que a nossa protagonista (Asami Momoi) esta sendo forçada a fazer todas essas coisas. após consumir todo o leite do corpo, ela recebe um alimentos cheio de vermes para comer. essa é a cena mais leve e mais chata de todo o filme, refeições a base de minhocas são aceitas por algumas culturas por isso não nos surpreende muito... mas acredite, daqui pra frente só piora!
A mulher é convidada a sentar em dois blocos de pedras para tocar no piano, enquanto que a câmera esta filmando a parte debaixo da bunda dela (eu posso garantir que nada de bom vai sair aqui). após um tempo, ela começa a sentir vontade de ir ao banheiro, mas faz suas necessidades ali mesmo sentada. primeiro a urina dela sai através de sua calcinha, depois vemos com detalhes a merda dela forçando saída através de sua roupa. essa cena é real e bem nojenta, mas ainda estamos em 15 minutos de filmes e tudo pode acontecer, certo?
A mulher é foçada a devorar as suas próprias fezes e depois a beber sua urina. enquanto achamos que já vimos humilhação e bizarrice o suficiente, ela é deitada no chão e um homem cagar em seu rosto enquanto que ela fica de boca aberta devorando tudo. essa cena acontece duas vezes, não sei si é com o mesmo homem ou si é com outro... acho que isso nem importa.

na metade do filme em diante, a mulher é estuprada e forçada a tomar novamente o seu mijo diversas vezes. no final, baratas, vermes, urinas e minhocas são colocados dentro de um liquidificador para ela tomar tudo ao mesmo tempo.
"Squirmfest" é considerado um clássico do Scat Porn japonês dos anos 90. sinceramente eu não consigo imaginar uma pessoa "normal" apreciando cada minuto deste maldito filme, muito menos sou capaz de entender como alguém consegue sentir prazer ao assistir uma porcaria desta. "Squirmfest" é um daqueles filmes que são feitos para chocar o público, nada do que falei sobre seu filme é capaz de transmitir o quanto perturbador pode ser essa experiência de 62 minutos. eu acredito que o ponto fraco do filme esteja nos borrões das parte intimas dos atores, muito comum em filmes japoneses, isso diminui um pouco o impacto em alguns momentos (como nas cenas em que a câmera filma a bunda dos atores, por exemplo).
Por mais bizarro, doentio e perturbador que este filme possa ser, existem filmes bem piores com o Lendário "SWAP.avi", um Scat Porn brasileiro que não precisa ser visto por ninguém.